A xícara de chá

Um jovem monge já havia estudado por anos e, pensando já ter aprendido quase tudo o que podia, decidiu buscar o conhecimento que lhe faltava para se iluminar com o maior mestre zen da época. Ao ser recebido pelo sábio ancião  em seu mosteiro, ele foi logo se gabando de toda a sabedoria que já havia acumulado e falou do motivo pelo qual estava lá. Depois de ouvit tudo pacientemente, o mestre disse: “Primeiro vamos tomar uma xícara de chá”.

Ele então serviu a própria xícara e, em seguida, começou a encher a xícara do jovem discípulo. Mas, mesmo com a xícara cheia, o mestre não parou de derramar o chá, que começou a transbordar sobre toda a mesa. Atônito, o rapaz ficou observando a cena até que não aguentou mais e falou: “Mestre, o chá está entornando na mesa! O senhor não está vendo que a xícara já está cheia, que não cabe mais nada nela?” O mestre colocou o bule na mesa e respondeu: “Sim, estou vendo que a xícara está cheia. Ela está tão cheia quanto você, que chegou aqui transbordando com todo o conhecimento que me disse já ter adquirido. Se você não esvaziar sua xícara, qualquer coisa que eu tente ensinar-lhe será inútil, pois vai apenas transbordar, assim como aconteceu com o chá”.

chamomile-tea-1920x1080

História contada a Lauro Henrique Jr. por Robert Walter no livro Palavras de Poder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s