Kapha – “aquilo que une”

Kapha (Água e Terra)

Kapha significa “aquilo que une”

É estrutura, nutrição dos tecidos, lubrificação e afeto.

As pessoas que possuem a preponderância deste dosha em sua constituição tem, geralmente, estrutura corporal sólida, tendência a obesidade. 

Podem ficar longos períodos sem comer, mas sua fome é emocional. Possuem digestão lenta e podem sentir-se pesadas após as refeições. 

A pele costuma ser oleosa, os dentes são fortes, os cabelos volumosos e brilhantes. 

O sono é pesado e profundo, transpiram pouco e detestam o tempo frio e úmido, pois tendem a acumular muco. 

Seus movimentos são lentos, mas possuem grande força física. 

Aprendem devagar, porém sua memória é ótima.

Quando este dosha está em equilíbrio, as pessoas costumam ser calmas, tranquilas e com bom nível de energia. São pacientes, pensativas, devotadas e amorosas. Gostam de rotina, são constantes, coerentes, leais, fortes e protetoras, sua fala é clara e muito concisa.

Em desequilíbrio apresentam preguiça, letargia, fadiga, depressão, dificuldade para expressar os seus sentimentos, ficam ciumentas, saudosistas, avarentas, superprotetoras e apegadas. Tornam-se resistentes a qualquer mudança. Sofrem com obesidade, apresentam retenção de líquidos, excesso de muco congestionando o nariz e até mesmo os pulmões.

Pitta – “aquilo que transforma”

Pitta (Fogo e Água)

Pitta significa “aquilo que transforma”

É responsável por todas as transformações metabólicas e químicas no corpo.

As pessoas que possuem a preponderância deste dosha em sua constituição tem, geralmente, estrutura corporal média, mantem o peso e conseguem desenvolver uma boa musculatura. 

Tem excelente digestão e bastante apetite, ficam irritadas se pulam ou atrasam uma refeição. 

A pele costuma ser clara ou corada, algumas vezes com sardas ou tendências a manchar. Os dentes são de tamanhos moderados e gengivas macias, os cabelos são macios e com tendência a ficarem grisalhos precocemente e os homens a ficarem calvos. 

Tem sono profundo em curtos períodos de tempo. 

Tem a temperatura do corpo alta, por isso transpiram bastante e ruborizam com facilidade, são avessas ao calor e à exposição solar prolongada. 

São inteligentes e possuem raciocínio rápido e a mente tem poder de foco e organização.

Quando este dosha está em equilíbrio, as pessoas costumam ser determinadas, calorosas, precisas, com grande capacidade de liderança e realização e assertivas em suas decisões.

Em desequilíbrio tornam-se impacientes, frustradas, agressivas, irritadiças, intimidadoras, manipuladoras e competem de uma forma desenfreada. O senso crítico fica exacerbado, tornam-se sarcásticas e sua busca pela perfeição leva à intolerância. Sofrem com indigestão e azia e apresentam erupções na pele.

Vata – “aquilo que move as coisas”

Ayurveda é a ciência da saúde e da cura desenvolvida e usada na Índia. A palavra Ayurveda, em sânscrito, significa “Ciência da Vida”. AYU = Vida. Veda = Conhecimento.

Segundo a Ayurveda, tudo no Universo é formado pelos cinco elementos: éter, ar, fogo, água e terra. Nós estamos conectados com a natureza e fazemos parte deste grande Universo, portanto também somos formados por esses elementos, que em nosso corpo se manifestam como os três princípios básicos ou humores que são os chamados doshas: Vata, Pitta e Kapha.

A constituição individual, formada pelos cinco elementos, é regida em seus aspectos físicos, mentais e emocionais pela predominância ou equilíbrio dos três doshas.

VATA é a combinação de éter + ar – tipo seco e frio – longilíneo, frágil e inconstante.

PITTA é a combinação de fogo + água – tipo quente e úmido, forte e determinado.

KAPHA é a combinação de água + terra – tipo frio e úmido, corpulento e estático.

A palavra dosha, em sânscrito, significa defeito e, dessa forma, define a predominância ou desequilíbrio responsável pelos atributos que diferenciam os seres humanos em suas características individuais Todos nós temos os três doshas, podendo ter um ou mais que sejam predominantes. Mas, desde o momento do nascimento, nós sofremos influências externas que podem desequilibrar os nossos doshas, o que contribui para o processo de doença.

Vata (Ar e Éter)

Vata significa “aquilo que move as coisas”

É responsável por todos os movimentos do corpo, é a força primária do sistema nervoso.

As pessoas que possuem a preponderância deste dosha em sua constituição são, geralmente, magras, podendo ser altos ou baixos, mas sua estrutura é frágil, ombros e quadris estreitos, as articulações são secas, barulhentas e protuberantes. 

Podem comer muito, mas não engordam. Possuem apetite irregular e podem passar longas horas sem comer. 

A pele costuma ser seca, devido a falta do elemento água em sua constituição. Os dentes são pequenos, protuberantes e podem ser tortos. Os olhos são pequenos, os cabelos finos e podem ser encaracolados. Mãos e pés gelados. 

Não toleram o tempo frio e seco, tendem a sentir muito frio. 

O sono é leve e acordam com qualquer barulho, dormem pouco e sem horários definidos. 

Possuem uma mente rápida e ativa, aprendem em um piscar de olhos, mas esquecem com a mesma rapidez. 

São pessoas superativas, mas se cansam com facilidade, podendo até chegar à exaustão.

Quando este dosha está em equilíbrio, as pessoas costumam ser entusiasmadas, gostam de novidades. São sensíveis, criativas, ágeis, felizes, comunicativas, adoram a liberdade e fazem amigos com facilidade.

Em desequilíbrio tornam-se angustiadas, ansiosas e sofrem de insônia, prisão de ventre, gases e flatulências. Ficam hipersensíveis e inseguras na hora de tomar decisões, tornam-se contraditórias, imprevisíveis, instáveis como o vento e tendem a ter medo.

Ayurveda

Com origem na Índia, a Ayurveda é um dos mais antigos sistemas de cura conhecido na humanidade. Manuscritos em sânscrito com mais de três mil anos fazem crer que esta medicina é praticada há cinco mil anos ou mais. Ayur = vida e Veda = conhecimento, literalmente “ciência da vida” é também a “ciência da longevidade”.

A Ayurveda trata o indivíduo integralmente levando em consideração seus aspectos físicos, mentais e espirituais. Enfatiza a prevenção, mas possui métodos eficazes que comprovadamente auxiliam no tratamento das mais diversas doenças. A massagem é um dos tratamentos desta medicina, além de programas de desintoxicação, uso de óleos medicinais, dieta, fitoterapia, atividade física, yoga, alongamentos e meditação.

O tratamento baseia-se na “TEORIA TRIDOSHA” que classifica os seres humanos em três “doshas”, biotipos ou constituições básicas denominadas Vata, Pitta e Kapha.

Cada pessoa tem uma constituição peculiar  resultante do equilíbrio ou da predominância de Vata, Pitta ou Kapha ou da combinação desses doshas. O dosha predominante descreve a aparência do indivíduo, além de metabolismo, comportamento e personalidade.

O tratamento da Ayurveda visa restaurar o equilíbrio do dosha através da harmonia no fluxo de energia. O tratamento é individualizado, de acordo com as características únicas da pessoa.

ABHYANGA é o nome da massagem terapêutica indiana com óleo e aromas aquecidos e adequados ao biotipo de cada pessoa. A sequencia da massagem envolve a estimulação ou o relaxamento de pontos vitais do organismo, denominados marmas com ação efetiva sobre o metabolismo, sintomas e a restauração física e mental.

ayursweda

Doshas

O Universo é formado por 5 elementos básicos: éter (vazio), ar, fogo, água e terra. Cada dosha corresponde a combinação desses elementos. Assim, VATA é a combinação de éter (vazio) com ar, sendo ar predominante. PITTA se constitui de fogo e água, com o o fogo predominante. KAPHA combina a água e a terra, com a terra predominante.

As características fundamentais dos Doshas são as seguintes:

VATA

Em equilíbrio é energético, criativo, adaptável, dotado de iniciativa.

Em desequilíbrio é inquieto mentalmente, ansioso, inconstante, inseguro, depressivo.

O biotipo Vata é longilíneo, magro e estrutura óssea leve. Não ganha peso com facilidade. Possui pele e cabelo ressecados  e costuma ficar com os pés e mãos frios. O apetite varia de acordo com o estado de espírito. Não digere bem proteínas. Prefere clima quente, comida e bebida aquecida. Costuma dormir pouco e se alimentar irregularmente.

Vata é entusiasmada, rápida na ação, distraída, tende ao esquecimento, às vezes fala mais do que deve. Dotada de criatividade artística, gosta de esoterismo, é capaz de detectar poderes de clarividência ou cura nela mesma e pode adotar um estilo de vida despojado. Por natureza é tímida e sensível. Indeciso e ansioso, pode deixara a escola cedo e mudar frequentemente de emprego. Trabalhar em locais onde se exige concentração constante pode lhes prejudicar a saúde.

Os distúrbios de Vata podem ser ansiedade, reumatismo, distúrbios nervosos, ciática, insônia, pele seca, constipação, retração da gengiva, ossos fracos, infertilidade, impotência, fraqueza do coração, cólicas, flatulência, gagueira, zumbido nos ouvidos, menstruação irregular com cólicas, veias varicosas, paralisia, coagulação do sangue, anorexia, tremor, má circulação etc.

PITTA

Em equilíbrio é inteligente, sedutor, brilhante, determinado, eficaz e articulado.

Em desequilíbrio é irritado, crítico, agressivo, intolerante e autoritário.

Pitta possui bom metabolismo, gosta de atividade física, tem o corpo saudável com músculos bem desenvolvidos. Estrutura e peso medianos. Seus cabelos encanecem mais cedo e têm tendência à calvície. Pele costuma ser rosada ou avermelhada. Precisa se alimentar e beber regularmente. Não digere bem gorduras. Transpira muito e se sente desconfortável no calor. Prefere alimentos frescos ou frios.

A pessoa do dosha Pitta é alerta, ambiciosa, tem uma criatividade metódica mais adequada para assuntos técnicos ou científicos, boa oradora e vende bem a si mesma e aos seus produtos. Sua agressividade pode degenerar em hostilidade ou impaciência. Determinado, prático, têm boa capacidade mental, boa memória e gosta de atividades intelectuais. Prioriza o luxo e o conforto. Pode cometer excessos no trabalho ou ao fazer o que gosta. Pitta deve trabalhar em lugares ventilados e secos.

A tensão constante e a excitação podem conduzir Pitta à pressão alta. Pode sofrer com ansiedade, dores musculares e articulares. São propensos às doenças coronárias (trombose). Outros perigos são gastrite, úlceras do estômago, tumores, câncer do estômago, intestino e pele, psoríase, inflamação do sistema linfático, trato urinário, baço, hepatite, azia, herpes, menstruação intensa, doenças infecciosas etc.

KAPHA 

Em equilíbrio é sóbrio, leal, forte, fiel, justo, amigável, terno, seguro, auto-confiante e tende a ser próspero.

Em desequilíbrio é carente, maçante, monótono, inativo, apegado e possessivo.

Pessoas do biotipo Kapha têm compleição pesada e sólida, são fortes e resistentes, mas não se apressam no trabalho, são seguras, autoconfiantes e tendem a ser prósperas. Kapha sente dificuldade para emagrecer. O apetite é moderado, mas constante. Não digere bem carboidratos. Pele oleosa, macia, fina e um pouco pálida. Cabelo espesso, escuro, oleoso e ondulado.

Confiáveis, pacientes, corteses, generosos, ponderados nas decisões, seguros, mas podem ser muito materialistas, gananciosos, passivos e ter tendência a dormir muito. Gosta de sossego, segurança e comida caseira. Fazem tudo lenta e calmamente, não se abalam facilmente e gostam de fazer outros trabalharem por elas utilizando seu senso de iniciativa. São pessoas boas para o trabalho pesado e ganham muito peso com a vida sedentária, são talhadas para o serviço público e para as atividades empresariais e em posição de liderança. Se trabalharem em lugares úmidos e frios, terão dores nas juntas.

Os distúrbios que podem acometer Kapha são excesso de peso, falta de apetite, sistema digestivo fraco, má circulação, vômitos, gripes, resfriados, bronquite, asma, cálculos renais, problemas linfáticos, retenção de líquidos, tumores benignos, hidropsia, bócio, câncer no pulmão e no seio, infecções por fungos. Tendência ao excesso de muco, catarro, congestão crônica, asma e sinusite.

A pessoa em EQUILÍBRIO, assim como a essencialmente Vata, Pitta ou Kapha é mais rara. Os tipos intermediários ou combinados são mais comuns: Vata-pitta, Vata-kapha, Pitta-vata, Pitta-kapha, Kapha-pitta e Kapha-vata.

Massoterapia

Relaxar o corpo e a mente e amenizar dores são alguns dos benefícios da massagem.

Através de manobras terapêuticas específicas, como amassamento, deslizamentos e percussões, a massagem promove a melhora na circulação sanguínea e linfática, aumenta o fluxo de nutrientes, remove metabólitos, fortalece o sistema imunológico, melhora a qualidade do sono, minimiza os efeitos do estresse e da ansiedade, além de aliviar a dor e tensão muscular.

Há vários tipos de massagem, entre elas:

Massagem Relaxante: Aplicação de manobras de massagem como deslizamento, amassamento e fricção, para casos de estresse, dores musculares, cansaço físico e mental. Também conhecida como Massagem Sueca, Massagem Clássica, Anti-estresse ou Massagem Terapêutica.massage-couple

Massagem Esportiva: Atua na musculatura profunda, através de alongamentos sincronizados com manobras de amassamento e deslizamento.

Quick Massage: Massagem rápida que abrange apenas algumas partes do corpo, com menor tempo de duração.

Massagem Ayurveda: Ayurveda é a ciência da saúde e da longevidade desenvolvida e usada na Índia (ayur=vida e veda=conhecimento). A massagem ayurveda é um dos principais tratamentos desta medicina, além da utilização de óleos medicinais, dieta, fitoterapia, atividade física, alongamentos e meditação.

Shiatsu: Shi = dedos e atsu = pressão, ou seja, pressão com os dedos. É uma massagem milenar com raízes na Medicina Tradicional Chinesa. Tem por base o princípio de que existem no nosso corpo uma série de canais energéticos (meridianos), através dos quais circula a energia vital (ki) que garante o bom funcionamento de todo o organismo.

Drenagem linfática: Massagem lenta e suave, com o objetivo estimular o sistema linfático, promovendo a eliminação de líquidos e de toxinas do organismo.

Massagem modeladora: Atua na camada mais profunda da pele, onde ocorre maior acúmulo de gordura, como abdome, glúteos, pernas e braços. A força realizada nas manobras são mais intensas para “quebrar” as cadeias de gordura que, posteriormente, são eliminadas através da corrente sanguínea.

Bambuterapia: Massagem feita com bambus de diferentes tamanhos que agem como prolongamento dos dedos. Como se adaptam aos contornos corporais, os bambus podem ser aplicados em todas regiões do corpo.

Massagem com Pedras Quentes: A massagem com pedras quentes baseia-se na termoterapia, ou seja, a condução do calor é transmitida ao corpo através das pedras produzindo efeitos profundos. São realizados deslizamentos com as pedras aquecidas e em seguida a colocação das mesmas em pontos específicos do corpo.

Thai Yoga: Técnica de massagem oriental que incorpora alongamentos e manobras suaves que fluem como uma dança.