Drenagem Linfática

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que estimula o sistema linfático e tem por objetivo eliminar o excesso de líquidos e toxinas do organismo, por meio de movimentos específicos.

O método que reduz a retenção de líquidos é capaz de combater a celulite, regenerar os tecidos, melhorar o sistema imunológico e a oxigenação sanguínea, sem falar que é altamente relaxante, ou seja, benefícios não faltam.

Indicada em casos de edema, varizes sem complicações, celulite, cansaço em membros inferiores, hematomas e cicatrização.

A drenagem linfática é normalmente recomendada por médicos durante a gestação e em cuidados pré e pós-operatório de cirurgias plásticas.

DRENAGEM.jpg

Efeitos da drenagem linfática:

  • Aumento da capacidade de admissão dos capilares linfáticos,
  • Aumento da velocidade da linfa transportada,
  • Aumento da quantidade de linfa filtrada, processada pelos linfonodos,
  • Aumento da oxigenação e desintoxicação da musculatura esquelética,
  • Aumento do peristaltismo intestinal,
  • Aumento da diurese,
  • Otimização das imunorreações celulares,
  • Diminuição das aderências e retrações cicatriciais,
  • Mais eficiência celular,
  • Mais eficiência na nutrição dos tecidos.

A drenagem linfática pode ser contra-indicada em casos de insuficiência cardíaca, insuficiência renal crônica, hipertensão, resposta inflamatória crônica, câncer, tromboflebite, hipertireoidismo e gestação de alto risco.

Anúncios

Massagem Desportiva

É difícil encontrar alguém que não goste de massagem. O que muita gente ainda não sabe é que a massagem pode ser considerada um dos grandes aliados dos atletas.

Se você corre, nada, pedala, luta e quer potencializar seus resultados, a massagem desportiva é a técnica ideal para atletas amadores ou profissionais, pois ela trabalha com a manipulação e reabilitação dos tecidos moles do corpo, incluindo músculos, ligamentos e tendões.

A3-Sports-massage

A massagem desportiva acelera o processo de recuperação do corpo, auxilia na remoção de resíduos metabólicos, aumenta a circulação sanguínea e o fluxo de oxigênio e nutrientes para os músculos, reduz edemas e processos inflamatórios, melhora a mobilidade articular, reduz os espasmos musculares e diminui o risco de lesões.

A técnica pode ser utilizada antes de uma competição ou um treino intenso, com o objetivo de preparar o corpo para a atividade física. Nestes casos a massagem estimula a circulação e eleva a temperatura das regiões que irão sofrer maior desgaste, deixando a musculatura mais ativa durante a prova.

Quando realizado ao término do esforço físico, o intuito é eliminar resíduos tóxicos do corpo e auxiliar na redução de dor, promovendo uma recuperação mais rápida que somente o repouso.

A massagem desportiva deve ser personalizada para cada atleta (dependendo da fase de treinamento/competição e de cada modalidade esportiva)   e pode ser incorporada de forma regular à rotina dos atletas, nos dias do treinamento ou em dias intercalados, preparando o atleta para o seu desempenho máximo. 

Óleo essencial de Hortelã Pimenta

Hortelã Pimenta é uma erva aromática, muito utilizada para tratar problemas digestivos e respiratórios.

O óleo essencial é feito por destilação à vapor das folhas e ramos da Mentha piperita.

As propriedades medicinais do Hortelã Pimenta incluem sua ação antiespasmódica, carminativa, estomáquica, vasodilatadora, analgésica, antiinflamatória, descongestionante, expectorante, antisséptico, revigorante, estimulante, entre outras.

O óleo essencial é excelente para dores musculares, além de dores de cabeça e enxaquecas, especialmente quando associadas a problemas respiratórios.

Suas qualidades revigorantes e estimulantes são valiosas em casos de cansaço mental. O Hortelã Pimenta clareia os pensamentos, sendo útil para melhorar a concentração.

Rico em Mentol, é muito utilizado no tratamento de problemas respiratórios, como tosse seca e congestão nasal. Acredita-se que seja benéfico aos tratamentos de gripes e resfriados, asma, bronquite, sinusite e rinite.

Starr_070906-8848_Mentha_x_piperitaSua ação sobre o sistema digestivo também é de extrema importância, especialmente em condições agudas. É benéfico para combater a intoxicação alimentar e tratar casos de vômito, diarreia e prisão de ventre, flatulência, mau hálito, cólica e náusea, além de enjôo em viagens.

O óleo essencial de Hortelã Pimenta não deve ser usado por grávidas, recém nascidos, crianças com menos de 5 anos, epiléticos, pessoas com histórico de cardiopatia ou em tratamento homeopático. Evitar usar à noite, pois pode causar insônia.

Vale lembrar que, assim como outros óleos essenciais, não deve ser aplicado direto na pele, deve ser sempre diluído em creme neutro ou óleo carreador.

Aromaterapia

Aromaterapia é o uso terapêutico dos óleos essenciais para prevenção e tratamento dos sintomas físicos, mentais e emocionais.

Óleos essenciais são substâncias naturais presentes nas plantas, responsáveis pelos seus odores aromáticos. São extraídos através de destilação à vapor ou extração à frio, de diversas partes, como folhas, flores, caules, sementes, raízes ou cascas. Milhares de plantas possuem óleos essenciais, são plantas de cheiro forte e característico como Alho, Orégano, Manjericão, Eucalipto, Citronela, Lavanda, Menta, etc.

São altamente concentrados, voláteis e  100% puros. São ricos em diversos componentes químicos e penetram no organismo através da pele, do sistema olfativo e do sistema respiratório proporcionando inúmeros benefícios terapêuticos.

Óleos essenciais não possuem a viscosidade de óleo e não deslizam quando aplicados diretamente sobre a pele. Devem ser aplicados sempre diluídos em óleos vegetais ou bases neutras cosméticas. Podem ser usados também em banhos de imersão, inalações, escalda-pés, compressas, aromatização de ambientes entre outros e possuem diversas propriedades terapêuticas, como analgésico, relaxante, imunoestimulante, expectorante, digestivo, diurético, antidepressivo, cicatrizante, antisséptico, etc.

resultados-da-pesquisa-de-imagens-do-google-para-http-www-orientimport-fi-content-images-category-3-jpg_1278014501228

Para garantir as propriedades terapêuticas do seu óleo essencial é importante estar de olho em alguns detalhes na hora de comprar.

Desconfie de óleos essenciais muito baratos! Saiba que essência ou aromatizantes são diferentes de óleos essenciais.

Normalmente as essências possuem um preço fixo que varia entre R$5,00 e R$10,00 o frasco com 10ml, independente de qual essência está sendo vendida. Já os óleos essenciais possuem preços que vão de R$9,00 para um frasco de óleo de laranja com 10ml até mais de R$500,00 por um frasco de óleo de rosas que pode conter menos do que 10ml.

O que explica essa brusca diferença de preço é o fato de que para se obter óleos essenciais necessitamos de mecanismos diferentes para cada tipo de planta e muitas vezes toneladas dessa planta produzem apenas alguns litros do óleo dela.

Óleos essenciais devem ser 100% puros e naturais. Essências são imitações sintéticas dos compostos encontrados naturalmente nos óleos essenciais, mas não possuem efeitos terapêuticos e podem causar sensibilidade e irritação na pele. Se o óleo essencial não for puro, de uma marca conceituada e que garante sua origem, não traz benefícios.

Óleos Essenciais

Essências

Naturais

Sintéticos

Possuem efeitos terapêuticos

Não possuem efeitos terapêuticos

100% puros e naturais

Misturados com óleos minerais ou outras substâncias

Custo elevado (varia de acordo com o óleo)

Baixo custo

Vendidos em frasco de vidro (âmbar ou azul)

Podem ser vendidos em frascos de plástico

 

Saiba o nome científico da planta que você quer adquirir. Isso evita que você compre um óleo essencial de uma planta pensando que é outra. 

Saber escolher os óleos essenciais é muito importante. Deve-se considerar as necessidades individuais de cada pessoa. 

Atenção! Os óleos essenciais possuem contra-indicações:

  • Óleos essenciais contra-indicados para quem sofre de hipertensão e epilepsia: Alecrim, Tomilho, Canela, Cravo, Hortelã-pimenta, Gengibre.
  • Os óleos essenciais são contraindicados durante a gravidez.
  • Cuidados especiais com lactantes, bebês, crianças e idosos (use em menor concentração).
  • Óleos essenciais irritantes da pele: Cravo, Canela, Lemongrass, Gengibre, Hortelã-pimenta, Limão, Manjericão (aumentar a diluição).
  • Não é indicado se expor ao sol ao utilizar óleos cítricos, pois são fotossensibilizantes (Citronela, Grapefruit, Laranja, Limão, Tangerina e Bergamota).
  • Se tiver tomando remédios homeopáticos, consulte seu médico antes de usar os óleos essenciais. Evitar óleos essenciais ricos em menta ou cânfora.
  • Devido à sua alta concentração, não use-os puros sobre a pele, com exceção de Lavanda e Tea tree que podem ser usados puro na pele.