Massoterapia

Massoterapia é o tratamento realizado através da massagem.

A massagem atinge seus objetivos principalmente pela influência sobre a circulação sanguínea e linfática; melhora o aporte de oxigênio e nutrientes aos tecidos; estimula a eliminação de toxinas e resíduos metabólicos; regula o tônus muscular, relaxando o músculo quando ele está tenso ou aumentando o seu tônus quando está flácido; alivia a dor; melhora a flexibilidade; estimula os movimentos peristálticos do intestino; provoca um aumento da quantidade de urina.

O toque, por si mesmo, possui um imenso valor terapêutico e transmite uma mensagem imediata de apoio e aceitação, além de proporcionar aumento da autopercepção corporal.

Benefícios adicionais ocorrem com o relaxamento, essencial para combater muitos estados emocionais. Além disso, os efeitos calmantes da massagem podem ser intensificados pelo acréscimo de óleos essenciais (Aromaterapia).

Embora uma simples massagem seja muito agradável, seus efeitos são cumulativos e um tratamento completo e regular traz os maiores resultados.

Mesmo que você não tenha nenhuma doença, é possível sentir os benefícios de uma sessão de massoterapia, através da prevenção de desequilíbrios – físicos, mentais, emocionais e energéticos; do relaxamento e da sensação geral de bem-estar e harmonia.

massage-couple

Há vários tipos de massagem, entre elas:

Massagem Relaxante: Aplicação de manobras de massagem como deslizamento, amassamento e fricção, para casos de estresse, dores musculares, cansaço físico e mental. Também conhecida como Massagem Sueca, Massagem Clássica, Anti-estresse ou Massagem Terapêutica.

Massagem Esportiva: Atua na musculatura profunda, através de alongamentos sincronizados com manobras de amassamento e deslizamento.

Quick Massage: Massagem rápida que abrange apenas algumas partes do corpo, com menor tempo de duração.

Massagem Ayurveda: Ayurveda é a ciência da saúde e da longevidade desenvolvida e usada na Índia (ayur=vida e veda=conhecimento). A massagem ayurveda é um dos principais tratamentos desta medicina, além da utilização de óleos medicinais, dieta, fitoterapia, atividade física, alongamentos e meditação.

Shiatsu: Shi = dedos e atsu = pressão, ou seja, pressão com os dedos. É uma massagem milenar com raízes na Medicina Tradicional Chinesa. Tem por base o princípio de que existem no nosso corpo uma série de canais energéticos (meridianos), através dos quais circula a energia vital (ki) que garante o bom funcionamento de todo o organismo.

Drenagem linfática: Massagem lenta e suave, com o objetivo estimular o sistema linfático, promovendo a eliminação de líquidos e de toxinas do organismo.

Massagem modeladora: Atua na camada mais profunda da pele, onde ocorre maior acúmulo de gordura, como abdome, glúteos, pernas e braços. A força realizada nas manobras são mais intensas para “quebrar” as cadeias de gordura que, posteriormente, são eliminadas através da corrente sanguínea.

Bambuterapia: Massagem feita com bambus de diferentes tamanhos que agem como prolongamento dos dedos. Como se adaptam aos contornos corporais, os bambus podem ser aplicados em todas regiões do corpo.

Massagem com Pedras Quentes: A massagem com pedras quentes baseia-se na termoterapia, ou seja, a condução do calor é transmitida ao corpo através das pedras produzindo efeitos profundos. São realizados deslizamentos com as pedras aquecidas e em seguida a colocação das mesmas em pontos específicos do corpo.

Thai Yoga: Técnica de massagem oriental que incorpora alongamentos e manobras suaves que fluem como uma dança.

Benefícios da massagem vão além do relaxamento

Por Roni Caryn Rabin

Estudo mostra que uma única sessão de massagem é capaz de causar alterações biológicas em quem a recebe

Uma boa massagem faz mais que apenas relaxar seus músculos? Para descobrir, pesquisadores do Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, recrutaram 53 adultos saudáveis e aleatoriamente submeteram 29 deles a uma sessão de 45 minutos de intensa massagem sueca, e os outros 24 a uma sessão de massagem leve.

Foram inseridos cateteres intravenosos em todos os participantes, para que amostras de sangue fossem colhidas imediatamente após a massagem e novamente uma hora depois.

Para surpresa dos pesquisadores, patrocinados pelo Centro Nacional de Medicina Complementar e Alternativa, uma divisão do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, uma única sessão de massagem foi capaz de causar alterações biológicas em quem a recebia.

Os voluntários que foram submetidos a massagem sueca experimentaram reduções significativas nos níveis do hormônio do stress cortisol no sangue e saliva, e no nível de um outro hormônio que pode causar elevações de cortisol. Eles também tiveram aumento no número de linfócitos, os glóbulos brancos do sangue que fazem parte do sistema imunológico – responsável pelas defesas do corpo.

Os voluntários da massagem leve experimentaram elevações da oxitocina, um hormônio associado ao contentamento e à confiança, maiores que no grupo da massagem sueca, e reduções mais acentuadas de um hormônio que estimula as glândulas adrenais a liberar o cortisol.

O estudo foi publicado online em “The Journal of Alternative and Complementary Medicine”. O principal autor, Mark Hyman Rapaport, diretor de psiquiatria e neurociências comportamentais do Cedars-Sinai, afirmou que as descobertas são intrigantes e instigantes.