Ayurveda

Com origem na Índia, a Ayurveda é um dos mais antigos sistemas de cura conhecido na humanidade. Manuscritos em sânscrito com mais de três mil anos fazem crer que esta medicina é praticada há cinco mil anos ou mais. Ayur = vida e Veda = conhecimento, literalmente “ciência da vida” é também a “ciência da longevidade”.

A Ayurveda trata o indivíduo integralmente levando em consideração seus aspectos físicos, mentais e espirituais. Enfatiza a prevenção, mas possui métodos eficazes que comprovadamente auxiliam no tratamento das mais diversas doenças. A massagem é um dos tratamentos desta medicina, além de programas de desintoxicação, uso de óleos medicinais, dieta, fitoterapia, atividade física, yoga, alongamentos e meditação.

O tratamento baseia-se na “TEORIA TRIDOSHA” que classifica os seres humanos em três “doshas”, biotipos ou constituições básicas denominadas Vata, Pitta e Kapha.

Cada pessoa tem uma constituição peculiar  resultante do equilíbrio ou da predominância de Vata, Pitta ou Kapha ou da combinação desses doshas. O dosha predominante descreve a aparência do indivíduo, além de metabolismo, comportamento e personalidade.

O tratamento da Ayurveda visa restaurar o equilíbrio do dosha através da harmonia no fluxo de energia. O tratamento é individualizado, de acordo com as características únicas da pessoa.

ABHYANGA é o nome da massagem terapêutica indiana com óleo e aromas aquecidos e adequados ao biotipo de cada pessoa. A sequencia da massagem envolve a estimulação ou o relaxamento de pontos vitais do organismo, denominados marmas com ação efetiva sobre o metabolismo, sintomas e a restauração física e mental.

ayursweda

Doshas

O Universo é formado por 5 elementos básicos: éter (vazio), ar, fogo, água e terra. Cada dosha corresponde a combinação desses elementos. Assim, VATA é a combinação de éter (vazio) com ar, sendo ar predominante. PITTA se constitui de fogo e água, com o o fogo predominante. KAPHA combina a água e a terra, com a terra predominante.

As características fundamentais dos Doshas são as seguintes:

VATA

Em equilíbrio é energético, criativo, adaptável, dotado de iniciativa.

Em desequilíbrio é inquieto mentalmente, ansioso, inconstante, inseguro, depressivo.

O biotipo Vata é longilíneo, magro e estrutura óssea leve. Não ganha peso com facilidade. Possui pele e cabelo ressecados  e costuma ficar com os pés e mãos frios. O apetite varia de acordo com o estado de espírito. Não digere bem proteínas. Prefere clima quente, comida e bebida aquecida. Costuma dormir pouco e se alimentar irregularmente.

Vata é entusiasmada, rápida na ação, distraída, tende ao esquecimento, às vezes fala mais do que deve. Dotada de criatividade artística, gosta de esoterismo, é capaz de detectar poderes de clarividência ou cura nela mesma e pode adotar um estilo de vida despojado. Por natureza é tímida e sensível. Indeciso e ansioso, pode deixara a escola cedo e mudar frequentemente de emprego. Trabalhar em locais onde se exige concentração constante pode lhes prejudicar a saúde.

Os distúrbios de Vata podem ser ansiedade, reumatismo, distúrbios nervosos, ciática, insônia, pele seca, constipação, retração da gengiva, ossos fracos, infertilidade, impotência, fraqueza do coração, cólicas, flatulência, gagueira, zumbido nos ouvidos, menstruação irregular com cólicas, veias varicosas, paralisia, coagulação do sangue, anorexia, tremor, má circulação etc.

PITTA

Em equilíbrio é inteligente, sedutor, brilhante, determinado, eficaz e articulado.

Em desequilíbrio é irritado, crítico, agressivo, intolerante e autoritário.

Pitta possui bom metabolismo, gosta de atividade física, tem o corpo saudável com músculos bem desenvolvidos. Estrutura e peso medianos. Seus cabelos encanecem mais cedo e têm tendência à calvície. Pele costuma ser rosada ou avermelhada. Precisa se alimentar e beber regularmente. Não digere bem gorduras. Transpira muito e se sente desconfortável no calor. Prefere alimentos frescos ou frios.

A pessoa do dosha Pitta é alerta, ambiciosa, tem uma criatividade metódica mais adequada para assuntos técnicos ou científicos, boa oradora e vende bem a si mesma e aos seus produtos. Sua agressividade pode degenerar em hostilidade ou impaciência. Determinado, prático, têm boa capacidade mental, boa memória e gosta de atividades intelectuais. Prioriza o luxo e o conforto. Pode cometer excessos no trabalho ou ao fazer o que gosta. Pitta deve trabalhar em lugares ventilados e secos.

A tensão constante e a excitação podem conduzir Pitta à pressão alta. Pode sofrer com ansiedade, dores musculares e articulares. São propensos às doenças coronárias (trombose). Outros perigos são gastrite, úlceras do estômago, tumores, câncer do estômago, intestino e pele, psoríase, inflamação do sistema linfático, trato urinário, baço, hepatite, azia, herpes, menstruação intensa, doenças infecciosas etc.

KAPHA 

Em equilíbrio é sóbrio, leal, forte, fiel, justo, amigável, terno, seguro, auto-confiante e tende a ser próspero.

Em desequilíbrio é carente, maçante, monótono, inativo, apegado e possessivo.

Pessoas do biotipo Kapha têm compleição pesada e sólida, são fortes e resistentes, mas não se apressam no trabalho, são seguras, autoconfiantes e tendem a ser prósperas. Kapha sente dificuldade para emagrecer. O apetite é moderado, mas constante. Não digere bem carboidratos. Pele oleosa, macia, fina e um pouco pálida. Cabelo espesso, escuro, oleoso e ondulado.

Confiáveis, pacientes, corteses, generosos, ponderados nas decisões, seguros, mas podem ser muito materialistas, gananciosos, passivos e ter tendência a dormir muito. Gosta de sossego, segurança e comida caseira. Fazem tudo lenta e calmamente, não se abalam facilmente e gostam de fazer outros trabalharem por elas utilizando seu senso de iniciativa. São pessoas boas para o trabalho pesado e ganham muito peso com a vida sedentária, são talhadas para o serviço público e para as atividades empresariais e em posição de liderança. Se trabalharem em lugares úmidos e frios, terão dores nas juntas.

Os distúrbios que podem acometer Kapha são excesso de peso, falta de apetite, sistema digestivo fraco, má circulação, vômitos, gripes, resfriados, bronquite, asma, cálculos renais, problemas linfáticos, retenção de líquidos, tumores benignos, hidropsia, bócio, câncer no pulmão e no seio, infecções por fungos. Tendência ao excesso de muco, catarro, congestão crônica, asma e sinusite.

A pessoa em EQUILÍBRIO, assim como a essencialmente Vata, Pitta ou Kapha é mais rara. Os tipos intermediários ou combinados são mais comuns: Vata-pitta, Vata-kapha, Pitta-vata, Pitta-kapha, Kapha-pitta e Kapha-vata.

Anúncios

Óleo essencial de Hortelã Pimenta

Hortelã Pimenta é uma erva aromática, muito utilizada para tratar problemas digestivos e respiratórios.

O óleo essencial é feito por destilação à vapor das folhas e ramos da Mentha piperita.

As propriedades medicinais do Hortelã Pimenta incluem sua ação antiespasmódica, carminativa, estomáquica, vasodilatadora, analgésica, antiinflamatória, descongestionante, expectorante, antisséptico, revigorante, estimulante, entre outras.

O óleo essencial é excelente para dores musculares, além de dores de cabeça e enxaquecas, especialmente quando associadas a problemas respiratórios.

Suas qualidades revigorantes e estimulantes são valiosas em casos de cansaço mental. O Hortelã Pimenta clareia os pensamentos, sendo útil para melhorar a concentração.

Rico em Mentol, é muito utilizado no tratamento de problemas respiratórios, como tosse seca e congestão nasal. Acredita-se que seja benéfico aos tratamentos de gripes e resfriados, asma, bronquite, sinusite e rinite.

Starr_070906-8848_Mentha_x_piperitaSua ação sobre o sistema digestivo também é de extrema importância, especialmente em condições agudas. É benéfico para combater a intoxicação alimentar e tratar casos de vômito, diarreia e prisão de ventre, flatulência, mau hálito, cólica e náusea, além de enjôo em viagens.

O óleo essencial de Hortelã Pimenta não deve ser usado por grávidas, recém nascidos, crianças com menos de 5 anos, epiléticos, pessoas com histórico de cardiopatia ou em tratamento homeopático. Evitar usar à noite, pois pode causar insônia.

Vale lembrar que, assim como outros óleos essenciais, não deve ser aplicado direto na pele, deve ser sempre diluído em creme neutro ou óleo carreador.

Aromaterapia

Aromaterapia é o uso terapêutico dos óleos essenciais para prevenção e tratamento dos sintomas físicos, mentais e emocionais.

Óleos essenciais são substâncias naturais presentes nas plantas, responsáveis pelos seus odores aromáticos. São extraídos através de destilação à vapor ou extração à frio, de diversas partes, como folhas, flores, caules, sementes, raízes ou cascas. Milhares de plantas possuem óleos essenciais, são plantas de cheiro forte e característico como Alho, Orégano, Manjericão, Eucalipto, Citronela, Lavanda, Menta, etc.

São altamente concentrados, voláteis e  100% puros. São ricos em diversos componentes químicos e penetram no organismo através da pele, do sistema olfativo e do sistema respiratório proporcionando inúmeros benefícios terapêuticos.

Óleos essenciais não possuem a viscosidade de óleo e não deslizam quando aplicados diretamente sobre a pele. Devem ser aplicados sempre diluídos em óleos vegetais ou bases neutras cosméticas. Podem ser usados também em banhos de imersão, inalações, escalda-pés, compressas, aromatização de ambientes entre outros e possuem diversas propriedades terapêuticas, como analgésico, relaxante, imunoestimulante, expectorante, digestivo, diurético, antidepressivo, cicatrizante, antisséptico, etc.

resultados-da-pesquisa-de-imagens-do-google-para-http-www-orientimport-fi-content-images-category-3-jpg_1278014501228

Para garantir as propriedades terapêuticas do seu óleo essencial é importante estar de olho em alguns detalhes na hora de comprar.

Desconfie de óleos essenciais muito baratos! Saiba que essência ou aromatizantes são diferentes de óleos essenciais.

Normalmente as essências possuem um preço fixo que varia entre R$5,00 e R$10,00 o frasco com 10ml, independente de qual essência está sendo vendida. Já os óleos essenciais possuem preços que vão de R$9,00 para um frasco de óleo de laranja com 10ml até mais de R$500,00 por um frasco de óleo de rosas que pode conter menos do que 10ml.

O que explica essa brusca diferença de preço é o fato de que para se obter óleos essenciais necessitamos de mecanismos diferentes para cada tipo de planta e muitas vezes toneladas dessa planta produzem apenas alguns litros do óleo dela.

Óleos essenciais devem ser 100% puros e naturais. Essências são imitações sintéticas dos compostos encontrados naturalmente nos óleos essenciais, mas não possuem efeitos terapêuticos e podem causar sensibilidade e irritação na pele. Se o óleo essencial não for puro, de uma marca conceituada e que garante sua origem, não traz benefícios.

Óleos Essenciais

Essências

Naturais

Sintéticos

Possuem efeitos terapêuticos

Não possuem efeitos terapêuticos

100% puros e naturais

Misturados com óleos minerais ou outras substâncias

Custo elevado (varia de acordo com o óleo)

Baixo custo

Vendidos em frasco de vidro (âmbar ou azul)

Podem ser vendidos em frascos de plástico

 

Saiba o nome científico da planta que você quer adquirir. Isso evita que você compre um óleo essencial de uma planta pensando que é outra. 

Saber escolher os óleos essenciais é muito importante. Deve-se considerar as necessidades individuais de cada pessoa. 

Atenção! Os óleos essenciais possuem contra-indicações:

  • Óleos essenciais contra-indicados para quem sofre de hipertensão e epilepsia: Alecrim, Tomilho, Canela, Cravo, Hortelã-pimenta, Gengibre.
  • Os óleos essenciais são contraindicados durante a gravidez.
  • Cuidados especiais com lactantes, bebês, crianças e idosos (use em menor concentração).
  • Óleos essenciais irritantes da pele: Cravo, Canela, Lemongrass, Gengibre, Hortelã-pimenta, Limão, Manjericão (aumentar a diluição).
  • Não é indicado se expor ao sol ao utilizar óleos cítricos, pois são fotossensibilizantes (Citronela, Grapefruit, Laranja, Limão, Tangerina e Bergamota).
  • Se tiver tomando remédios homeopáticos, consulte seu médico antes de usar os óleos essenciais. Evitar óleos essenciais ricos em menta ou cânfora.
  • Devido à sua alta concentração, não use-os puros sobre a pele, com exceção de Lavanda e Tea tree que podem ser usados puro na pele. 

Óleo essencial de Litsea Cubeba

Litsea Cubeba é uma pequena árvore tropical com folhas e flores que cheiram como o limão. Os frutos são como pimenta de onde deriva o nome “cubeba”.

É um óleo relativamente novo na prática da Aromaterapia, mas a sua utilização na medicina chinesa tradicional tem longa história.

Estimulante, revitalizante e antidepressivo, ajuda a elevar o ânimo e parece criar um “clima ensolarado”.

Bom para tensão, estresse e ansiedade, uma massagem com Litsea Cubeba tonifica o organismo produzindo um efeito renovador e energizador.

Especialmente útil em estados de “baixa vitalidade”.

O óleo essencial possui ação antisséptica e antiviral. É considerado um broncodilatador e pode ser útil em casos de bronquite e asma.

Pode ser um estimulante da digestão e aliviar a flatulência e a náusea, estimular o apetite.

Suas propriedades tônicas e adstringentes proporcionam uma ação equilibradora sobre a pele e os cabelos oleosos. Pode ajudar no tratamento da acne, da celulite e tonificação dos tecidos.

Óleo Essencial de Alecrim

O Rosmarinus officinalis L. é uma das espécies aromáticas mais antigas e utilizadas pela humanidade. Seu nome significa “orvalho do mar”. No mediterrâneo, sua região de origem, havia o hábito de secar as vestes brancas em cima do Alecrim – não somente porque o sol faz a planta liberar um aroma agradável à roupa, mas porque também é bom para espantar traças.

Para extração de 10ml do óleo essencial de Alecrim, são necessários de 700 gramas a 1 quilo da planta.

Tônico, estimulante, é um óleo que anima, alegra, combate a apatia e a melancolia. O Alecrim é um óleo essencial versátil. Pode ser usado em casos de depressão, dores de cabeça, congestão no peito, gripe e dores musculares.

O óleo essencial de Alecrim alivia dores de cabeça e enxaquecas, especialmente quando associadas a problemas gástricos. É um agente analgésico não muito sedativo, que ajuda a amenizar a gota, a dor reumática e o cansaço muscular por excesso de esforço.

Estimulante da circulação. É um elemento tonificante para o coração e um estimulante cardíaco valioso, normalizando a pressão arterial em caso de hipotensão.

Destaca-se a propriedade do Alecrim de aumentar a concentração, por isso pode ser usado no ambiente onde se está trabalhando ou estudando para melhorar o desempenho. O óleo essencial de Alecrim revitaliza as células cerebrais, clareia a mente e estimula a memória. É ótimo para esforço mental excessivo, cansaço em geral e letargia.

O Alecrim também faz bem para os cabelos. Ele previne a queda de cabelo, a caspa e estimula o crescimento. Uma gota de óleo essencial misturada na quantidade de shampoo a ser utilizada para a lavagem dos cabelos é o suficiente.

Mas o Alecrim não pode ser usado por qualquer pessoa. O uso durante a noite pode perturbar o sono.

O óleo essencial é contra-indicado para pessoas com diagnóstico de epilepsia e  hipertensão. Mulheres grávidas e quem está fazendo tratamento com homeopatia também não devem utilizar o Alecrim, em virtude da cânfora.