Terapias Naturais

ACUPUNTURA

bigstock_acupuncture_on_a_beautiful_wom_6228540.jpgA acupuntura é um tratamento milenar de saúde, baseado na Medicina Tradicional Chinesa, e consiste na inserção e manipulação de agulhas, em determinadas partes ou pontos do corpo. Além da agulha, existem outras formas de tratamento, como uso de moxabustão, ventosa, laser, semente, esfera, magneto e até mesmo com o auxílio de estimuladores elétricos.

A técnica ficou famosa no ocidente em função de sua eficácia no tratamento de dores músculo-esqueléticas, porém a acupuntura visa o bem estar através da prevenção e cura de doenças, sejam elas físicas ou emocionais, como enxaqueca, depressão, fibromialgia, ansiedade, obesidade, estresse, insônia, hipertensão, doenças respiratórias, distúrbios gastrointestinais, neurológicos e psiquiátricos, auxilia no abandono de vícios entre outros. Além disso, sua utilização estende-se hoje em tratamentos estéticos, na redução de gordura localizada, celulite, estrias e marcas de expressão.

Sua eficácia é comprovada cientificamente. Segundo pesquisas a inserção da agulha estimula as terminações nervosas existentes na pele e nos tecidos subjacentes. A mensagem gerada por esses estímulos segue pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central, liberando várias substâncias químicas chamadas neurotransmissores, os quais desencadeiam múltiplos efeitos sistêmicos, tais como analgésico, relaxante muscular, antiinflamatório e estimulante da função imunológica e endócrina.

Com a técnica correta e um bom profissional, a acupuntura é um procedimento muito seguro e eficaz.

A introdução das agulhas, em geral, não provoca dor. Contudo, o “efeito acupuntura” depende da profundidade e manipulação do agulhamento de forma adequada, o que pode provocar algumas sensações como “peso”, “distensão”, ou uma leve sensação de “choque”, que podem indicar o efeito terapêutico alcançado.

As agulhas, que devem ser estéreis e descartáveis, são inseridas nos pontos e permanecem no corpo por 30 minutos. É comum o paciente dormir neste período, em função do relaxamento trazido pelo equilíbrio orgânico.

O número de sessões varia de acordo com a doença e com o indivíduo, mas logo após a primeira sessão já é esperado algum grau de melhora. Após dez sessões já é possível ter uma ideia mais clara do quanto a acupuntura pode ajudar.

FLORAIS DE BACH


Os florais de Bach são essências energéticas extraídas de flores e tem como objetivo equilibrar nossas emoções, sentimentos e pensamentos.

São 38 essências florais, indicadas para estados emocionais e mentais específicos como medo, desânimo, preocupação excessiva, ansiedade, cansaço, agitação, impaciência, raiva, mágoa, etc.

Os florais não são utilizados diretamente para queixas físicas, e sim na condição emocional ou mental da pessoa. Assim como outras terapias naturais, os florais de Bach exercem o seu efeito tratando a pessoa e não a doença; a causa e não o efeito. Não é necessário estar doente fisicamente para se beneficiar dos florais de Bach. Muitos de nós passamos por períodos de dificuldade e cansaço, quando o negativismo pode se instalar, e nestes momentos os florais de Bach são fundamentais, restaurando o equilíbrio antes que os sintomas físicos apareçam.

Foi Edward Bach, médico inglês, que nos anos 20 e 30 identificou os estados mentais e emocionais negativos e descobriu uma essência floral para cada um.

As essências florais não são medicamentos, fitoterapia ou homeopatia, pois não são produzidos a partir do princípio ativo das plantas. Portanto, não possuem contra-indicações. São completamente seguros, não apresentam efeitos colaterais, nem causam dependência. Sua ação é suave e podem ser utilizados por pessoas de todas as idades, desde bebês recém nascidos até idosos. Os florais de Bach podem ser tomados mesmo se você estiver fazendo tratamento com outros remédios, tanto alopáticos como homeopáticos, pois eles não interagem com nenhuma medicação, não interferindo em nenhum tratamento. Mas atenção: os florais de Bach não substituem o tratamento médico convencional.

 AROMATERAPIA


Aromaterapia é o uso terapêutico dos óleos essenciais para a promoção do bem-estar físico, mental e emocional.

Óleos essenciais são substancias naturais presentes em diversas partes das plantas (folhas, flores, madeiras, ramos, galhos, frutos, rizomas), responsáveis por seus odores aromáticos.

Normalmente os óleos essenciais são extraídos através de destilação a vapor ou expressão a frio, são 100% puros e altamente concentrados. Os óleos essenciais podem ser usados em óleos carreadores ou cremes de massagens, sabonetes, inalações, banhos de imersão, escalda-pés, compressas, aromatização de ambientes entre outros. São ricos em diversos componentes químicos e penetram no organismo através da pele, do sistema olfativo e do sistema respiratório.

Os óleos essenciais possuem diversas propriedades terapêuticas como: analgésico, digestivo, descongestionante, diurético, relaxante, antiséptico, antidepressivo, bactericida, imunoestimulante, antiespasmódica, cicatrizante, estimulante, sedativo, desintoxicante, etc.

Não confunda óleos essenciais e essências: essências são substâncias sintetizadas industrialmente com a finalidade de obter um aroma agradável e menor custo, portanto não têm as propriedades terapêuticas dos óleos essenciais. O uso de essências sintéticas não deve ser chamado aromaterapia. 

MASSOTERAPIA


massage-coupleMassoterapia é o tratamento realizado através da massagem. 

A massagem atinge seus objetivos principalmente pela influência sobre a circulação sanguínea e linfática; melhora o aporte de oxigênio e nutrientes aos tecidos; estimula a eliminação de toxinas e resíduos metabólicos; regula o tônus muscular, relaxando o músculo quando ele está tenso ou aumentando o seu tônus quando está flácido; alivia a dor; melhora a flexibilidade; estimula os movimentos peristálticos do intestino; provoca um aumento da quantidade de urina.

O toque, por si mesmo, possui um imenso valor terapêutico e transmite uma mensagem imediata de apoio e aceitação, além de proporcionar aumento da autopercepção corporal. 

Benefícios adicionais ocorrem com o relaxamento, essencial para combater muitos estados emocionais. Além disso, os efeitos calmantes da massagem podem ser intensificados pelo acréscimo de óleos essenciais (Aromaterapia).

Embora uma simples massagem seja muito agradável, seus efeitos são cumulativos e um tratamento completo e regular traz os maiores resultados.

Mesmo que você não tenha nenhuma doença, é possível sentir os benefícios de uma sessão de massoterapia, através da prevenção de desequilíbrios – físicos, mentais, emocionais e energéticos; do relaxamento e da sensação geral de bem-estar e harmonia.

Há vários tipos de massagem, entre elas:

Massagem Relaxante: Aplicação de manobras de massagem como deslizamento, amassamento e fricção, para casos de estresse, dores musculares, cansaço físico e mental. Também conhecida como Massagem Sueca, Massagem Clássica, Anti-estresse ou Massagem Terapêutica.

Massagem Esportiva: Atua na musculatura profunda, através de alongamentos sincronizados com manobras de amassamento e deslizamento.

Quick Massage: Massagem rápida que abrange apenas algumas partes do corpo, com menor tempo de duração.

Massagem Ayurveda: Ayurveda é a ciência da saúde e da longevidade desenvolvida e usada na Índia (ayur=vida e veda=conhecimento). A massagem ayurveda é um dos principais tratamentos desta medicina, além da utilização de óleos medicinais, dieta, fitoterapia, atividade física, alongamentos e meditação.

Shiatsu: Shi = dedos e atsu = pressão, ou seja, pressão com os dedos. É uma massagem milenar com raízes na Medicina Tradicional Chinesa. Tem por base o princípio de que existem no nosso corpo uma série de canais energéticos (meridianos), através dos quais circula a energia vital (ki) que garante o bom funcionamento de todo o organismo.

Drenagem linfática: Massagem lenta e suave, com o objetivo estimular o sistema linfático, promovendo a eliminação de líquidos e de toxinas do organismo.

Massagem modeladora: Atua na camada mais profunda da pele, onde ocorre maior acúmulo de gordura, como abdome, glúteos, pernas e braços. A força realizada nas manobras são mais intensas para “quebrar” as cadeias de gordura que, posteriormente, são eliminadas através da corrente sanguínea.

Bambuterapia: Massagem feita com bambus de diferentes tamanhos que agem como prolongamento dos dedos. Como se adaptam aos contornos corporais, os bambus podem ser aplicados em todas regiões do corpo.

Massagem com Pedras Quentes: A massagem com pedras quentes baseia-se na termoterapia, ou seja, a condução do calor é transmitida ao corpo através das pedras produzindo efeitos profundos. São realizados deslizamentos com as pedras aquecidas e em seguida a colocação das mesmas em pontos específicos do corpo.

Thai Yoga: Técnica de massagem oriental que incorpora alongamentos e manobras suaves que fluem como uma dança.

REFLEXOTERAPIA


A Reflexologia significa literalmente estudos dos reflexos, ou seja, a ciência que estuda os efeitos reflexos no organismo humano. É uma ciência porque se baseia no estudo fisiológico e neurológico, mas é também uma arte porque depende da habilidade com que o terapeuta aplica o seu conhecimento.

Neste estudo sobre os reflexos, além da Reflexologia podal e manual, se encaixam também outras técnicas como auriculoterapia (reflexos das orelhas), iridologia (reflexo da íris) e a quiropraxia (reflexo da coluna).

Seu desenvolvimento demonstrou que existem regiões no corpo (plexos nervosos) que têm ligação claramente determinada com os órgãos, sistemas e estados emocionais. Plexos nervosos são concentrações de terminações nervosas interligadas em uma área específica. Quando estimuladas corretamente, enviam e recebem informações dos órgãos a que são ligados, restabelecendo o seu funcionamento ideal e, por conseqüência, a saúde integral do organismo. 

Reflexoterapia é a aplicação da Reflexologia, embora às vezes erroneamente confundida com massagens nos pés, é a técnica capaz de avaliar e tratar distúrbios físicos e emocionais por meio de estímulos nos plexos nervosos relacionados aos órgãos, sistemas ou estados emocionais.

Como método de avaliação, a Reflexoterapia mostra quais partes do corpo ou sistemas estão em desequilíbrio, possibilitando, então, o tratamento apropriado para que o corpo retorne a homeostase. Permite também que problemas de saúde possam ser detectados precocemente prevenindo o desenvolvimento de sintomas mais sérios.

A Reflexoterapia não cura – somente o corpo é capaz de fazê-lo, mas estimula a capacidade que o corpo possui para alcançar o equilíbrio, pela ação de suas forças curativas.

Quando as áreas reflexas são estimuladas, aumenta a circulação sanguínea para a região correspondente do corpo, melhorando o transporte de oxigênio e nutrientes para as células e facilitando a eliminação de toxinas.

Um grande benefício proporcionado por essa terapia é a estimulação de endorfinas, substâncias responsáveis pelo alívio da dor, bem-estar e relaxamento.

A Reflexoterapia é uma terapia simples, confortável e natural; eficaz para manter a saúde integral, além de tratar e prevenir o aparecimento de diversas doenças.  

AURICULOTERAPIA


auriculoterapia1.jpgA Auriculoterapia é um método terapêutico que restabelece a saúde do organismo através de estímulos em pontos reflexos do pavilhão auricular.

O corpo humano está inteiramente representado na orelha externa através dos pontos reflexos. Ao se efetuar a estimulação desses pontos, através de pequenas sementes ou agulhas, o cérebro recebe um impulso que desencadeia uma série de fenômenos fisiológicos na área relacionada do corpo, auxiliando-o a encontrar o seu equilíbrio.

Anúncios